Conecte-se

ENSAIOS

ENSAIOS#MISSÃO DE PAZ

O Haiti definitivamente não é aqui

Daniel Marenco | Porto Príncipe, Haiti

Ilha caribenha, uma das primeiras a se rebelar contra sua colônia, ainda hoje sofre com mazelas políticas, sociais e econômicas.

31 de mar. de 221 min de leitura
31 de mar. de 221 min de leitura

Treze anos depois de iniciar suas atividades na Missão das Nações Unidas para a estabilização no Haiti (MINUSTAH), o Brasil encerrou as operações no país em agosto de 2017, deixando um país cheio de contradições.

Se milícias que controlavam partes do país foram desarticuladas, a acentuada miséria continua a marcar o Haiti, que detém o pior Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do continente americano.

Em meio a edificações destruídas pelo terremoto de 2010, ruas encobertas de lixo e convivência caótica entre vendedores informais e motocicletas nas ruas, a amabilidade das crianças, a persistência da fé e as belezas naturais manifestam a esperança de que o país pode viver dias melhores.

#MISSÃO DE PAZ
HAITI
ONU
EXÉRCITO BRASILEIRO
CARIBE